Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

domingo, 18 de março de 2012

MULHERES, SE VOCÊS APENAS SOUBESSEM...


O poder do desejo da mulher pode acelerar a mudança necessária para que o mundo inteiro atinja a perfeição, a alegria e a paz. Quanto mais a humanidade se desenvolve, mais complicada e imprevisível se torna nossa vida. E como de costume, a parte mais difícil recai sobre os ombros da parte mais bonita da humanidade. 


Segundo a Organização Mundial da Saúde, as mulheres (20-26%) são afetadas por um transtorno depressivo a cada ano, cerca de duas vezes mais que os homens (8-12%). Apesar do fato de que as mulheres tenham alcançado a liberdade, o status social elevado, e a igualdade, cada vez mais se sentem vazias e psicologicamente inseguras na vida. Ao mesmo tempo, as mulheres compõem a maior e, sem dúvida, a mais forte parte da humanidade. Na verdade, elas são a força motriz que inspira e impulsiona os homens a praticar atos heróicos e nobres. Não é à toa que há um ditado que diz, "Deus quer o que a mulher quer".

Assim sendo, o que aconteceu com estas belas inspiradoras sobre as quais numerosos poemas e canções foram escritos, e para as quais foram devotadas incríveis vitórias e conquistas? O que aconteceu com essa meiga, acolhedora e detentora do coração da família?

No entanto, não são apenas as mulheres que mudaram. "Os homens não são os mesmos”, dizem as mulheres, mães e esposas. Na verdade, o mundo inteiro não é o mesmo. Na realidade moderna, as mulheres têm que se preocupar em cuidar de coisas que nunca haviam se preocupado antes: como trabalhar e cuidar da educação das crianças, como evitar guerras e problemas econômicos, e assim por diante. Lutando para encontrar um equilíbrio entre todos estes desafios sociais e pessoais, sem sentir um forte apoio do homem, as mulheres estão se tornando mais independentes e adotando mais papéis tradicionalmente atribuídos aos homens. Às vezes elas até se esquecem de que são mulheres...

MULHER, A FORÇA INVISÍVEL QUE CONDUZ

No entanto, todo o mundo é e sempre foi dirigido pelos desejos das mulheres, porque as mulheres são destinadas pela natureza para inspirar e dar significado às vidas das pessoas que lhes são especiais. Elas estabelecem objetivos, definem as direções, elas conduzem todos os pensamentos, e fazendo isso, desenham nosso futuro em comum. No entanto, elas têm perdido a consciência do seu papel e destino e tentam fazer tudo sozinhas.

Nosso mundo é regido pelas leis da natureza, como sempre, e se observarmos atentamente, vemos que em todos os níveis de existência, nenhuma espécie de vida pode existir, ou melhor, viver ou sobreviver por si só. A existência só é possível através da complementaridade com a "outra metade". Em outras palavras, cada elemento na natureza é sempre um elemento complementar ao seu oposto, e somente juntos podem ser completos e perfeitos. Mesmo no nível vegetativo, a divisão, em partes masculina e feminina, é claramente evidente. Esta especialização é enraizada em todas as coisas na natureza, e dita que o equilíbrio pode ser alcançado somente se as duas partes, masculina e feminina, interagir corretamente uma com a outra.

Essa lei primordial vem operando em toda a realidade desde o início dos tempos, construindo o nosso mundo em uma ordem estritamente definida, garantindo que a parte "feminina" da realidade defina a direção para onde tudo está indo. O mesmo se aplica em nossas vidas; embora ultimamente, possa parecer que os papéis masculino e feminino foram misturados. No entanto, por força da própria fundação da sua natureza feminina, as mulheres (mesmo sem saber) ainda estão conduzindo o mundo através de seus desejos.

A Intuição e os instintos funcionaram razoavelmente bem até o século 20. Mas como a humanidade chegou ao auge de seu desenvolvimento egoísta, os instintos foram subjugados pelo ego e começaram a trabalhar contra nós. No século 21, o nosso ego coletivo culminou com a elevação do individualismo e do separatismo. A conexão positiva coletiva, hoje perdida, em épocas anteriores sustentava as famílias, vilas, estados e nações. Agora, vemos o núcleo da existência humana, a família, em desordem, como evidenciado pela alta incidência de divórcios, uso de drogas e depressão, que exacerba os sentimentos de vazio nas mulheres.

Este elevado e crescente vazio, que também nós estamos encontrando, já não pode ser preenchido pelas “coisas” materiais normais que costumávamos comprar ou fazer. A humanidade está começando a perceber que a única coisa que vai preencher o vazio é a realização espiritual eterna. O vazio que mulheres sentem é também a ferramenta que podemos usar para sair deste estado de vazio atual. As mulheres com seus desejos intrinsecamente guiando o mundo são a força motriz invisível e fundamental para conduzir todos nós para a realização completa e perfeita realização espiritual. O desejo das mulheres para a realização espiritual abastecerá as mudanças, que são desesperadamente necessárias para que os homens, naturalmente, cumpram a sua parte que é a de trazer o nosso mundo conturbado para a forma correta.

Então nossas partes "a feminina" e "a masculina", em perfeito complemento, irão trabalhar em completa unidade que irá transcender a todos nós para essa nova e bonita realidade!

O DESEJO DA MULHER

Se todos os desejos estão sempre mudando e assumem diferentes matizes, devo ansiar por algo específico, ou será que eu preciso fortalecer o desejo na forma mais próxima a mim no momento?
Dr. Laitman: Não, o desejo das mulheres deve ser formado em um desejo integral, coletivo e agregado das mulheres, dirigido precisamente à meta espiritual. Cada mulher deve analisar os desejos dentro de si e direcioná-los à meta ao máximo, tanto quanto for possível, em qualquer nível, em cada estado onde ela se encontra.
No entanto, após estes desejos serem basicamente formados, eles devem ser sentidos pelos homens. E os homens, sem dúvida, vão senti-los, uma vez que são construídos desta forma; eles gradualmente vão sentir o desejo das mulheres. Isto é como em uma família onde a esposa nem precisa dizer uma palavra ao marido, mas ele se sente como se ela estivesse forçando-o, como que apontando, querendo, esperando alguma coisa dele. Ele sente isso, e não vai descansar até satisfazer o desejo dela. De alguma forma ele finalmente deve resolvê-lo.
Da mesma forma, os homens devem sentir isso das mulheres, e as mulheres devem trabalhar constantemente em cristalizar nelas um desejo cada vez mais definido. ( Dr. M. Laitman - da palestra na Convenção em Moscou 10/06/11)







Traduzido de: Kabbalah Today Issue # 24 no blog:
 http://cabalaportugal.blogspot.com.br

terça-feira, 13 de março de 2012

Curso Gratuito De Cabalá Autêntica – Outono 2012 (Inscrições Abertas)

CURSO GRATUITO DE CABALÁ AUTÊNTICA

Uma experiência com consequências para toda a vida fornecida pela PRÓPRIA NATUREZA

Começa quarta-feira, 4 de abril de 2012.

AGORA É O MOMENTO MAIS IMPORTANTE DA SUA VIDA… SE VOCÊ PERMITIR

Agora é o Momento Mais Importante da Sua Vida… Se Você Permitir. Neste curso, você vai descobrir uma compreensão mais profunda da natureza, do mundo, e quem você realmente é, vai receber ferramentas para desenvolver uma nova abordagem para a vida, e experimentar uma perspectiva única que o ajudará a dar sentido aos eventos no mundo de hoje. Ao contrário de uma série de equívocos sobre a Cabalá que você normalmente ouve, isso está aberto para qualquer pessoa independentemente de quaisquer diferenças que aparentemente existam entre as pessoas (raça, idade, sexo, cultura, etc.) e você está livre para avançar no seu próprio ritmo, sem pressões ou obrigações.

INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES


O Que Você Receberá Deste Curso?

  • Uma base sólida da metodologia da Cabalá Autêntica
  • Uma compreensão profunda da natureza, do mundo e quem você realmente é
  • Ferramentas práticas para o desenvolvimento de uma nova perspectiva sobre o mundo a sua volta
  • Uma consciência da fonte de problemas em nossas vidas pessoais e na sociedade

Três Princípios Cabalísticos Em Relação ao Curso:

  1. Você avança no seu próprio ritmo.
  2. Seu próprio desejo irá guiá-lo para as respostas que você procura.
  3. Este estudo está aberto a todos…

O Que Há No Curso Gratuito

  • Doze semanas de estudos fundamentais (24 aulas, 2 aulas por semana)
  • Trinta e seis semanas de aulas no total (nível fundamental = 12 semanas, nível intermediário = 12 semanas, nível avançado = 12 semanas)
  • Capacidade de fazer perguntas via fórum
  • Acesso livre e opcional a uma comunidade da internet para perguntar entre as aulas
  • A base necessária para o estudo do Livro do Zohar, o livro mais importante da Cabala, para aqueles que buscam alcançar estados mais elevados de percepção e sensação
  • Versões gratuitas em PDF de todos os materiais do curso
  • As aulas estão disponíveis para download gratuito e visualização, para você assisti-las quando desejar

quinta-feira, 8 de março de 2012

SERRANDO O TRONCO DO MEU EGOÍSMO


A pessoa deve atingir um estado em que sente que é parceira do Criador: eu faço a metade do trabalho e ele faz a outra metade. Metade para mim e metade para Ele. É como uma serra com duas alças que duas pessoas seguram, cada uma na sua vez puxa para seu lado: uma vez a primeira pessoa e depois a outra pessoa, e assim elas serram o tronco.

A pessoa também deve sentir que elas atuam alternadamente: uma vez ela atua e outra vez o Criador. Claro, eu não faço o trabalho com minhas próprias forças. A força vem do Alto. O Criador executa a ação e o pedido vem de mim. Então, novamente uma ação por parte Dele e um pedido de mim. Assim, nós nos completamos cada vez.

O melhor estado é quando a pessoa sente que pode executar essa rotação sem parar. Isso significa que nós estamos realmente trabalhando “face a face”, e que o “cavalo e o seu cavaleiro” estão trabalhando juntos como um todo, de tal forma que a pessoa começa a sentir cada vez mais como será a força que ela está prestes a receber, e o que exatamente ela deve dar de sua parte.

Afinal, nós elevamos uma oração (MAN) até o mundo de Ein Sof (Infinito), até o último acoplamento antes do Gmar Tikkun (o fim da correção), que é o acoplamento de “Rav Pealim Mekabtziel” no qual todas as orações anteriores se reúnem. Em cada degrau da escada espiritual, a oração torna-se mais esclarecida e precisa, mais detalhada e clara, porque a pessoa entende e sente mais. Isto é toda a realização.

Ela não sente nenhuma vergonha, porque dá a sua parte e por isso é parceira do Criador, na adesão. Assim, ela supera os “juízes e guardas” que a rejeitam e seduzem, e torna-os seus assistentes. Ela já sente suas ações como assistência.

Nós podemos descrever isso como se a pessoa e o Criador trabalhassem juntos no desejo de receber. A pessoa sente que está em conjunto com o Criador acima deste desejo, ou que o desejo está entre eles, que a pessoa está de um lado e o Criador está no outro lado, e entre eles está o desejo de receber que os separa. A pessoa não vê o desejo como o seu próprio. A primeira coisa é se desconectar do desejo egoísta e receber acima dele, estar separada dele.

Então, nós já devemos ver o ego que nos separa, que está entre os amigos, a pessoa e o Criador, como nosso obstáculo comum. Portanto, nós trabalhamos nisso juntos, quando nos conectamos com o Criador ou os amigos a fim de trabalhar juntos contra o ego que nos perturba, sem tentar apagá-lo porque não podemos conseguir sem ele, mas eu espero estar acima dele.


O Fim do Affair com o Egoísmo

Para nos ajudar a identificar a intenção, para receber ou para doar, condições especiais foram dadas: Cada um vê a si mesmo existindo num mundo grande inanimado, vegetativo, animado, e na natureza humana.

Quando a intenção de receber se aproxima da superfície da consciência, uma pessoa torna-se desesperada pela vida. Ela pode ainda não perceber, mas, na realidade, seu desespero foi evocado pela intenção egoísta. Tudo é avaliado em relação à intenção, e tudo é revelado em pensamentos.

Precisamos analisar claramente e ver o mal do egoísmo e reconhecer que a realidade altruísta, que está em oposto a ele, pode acabar sendo bom. É por isso que, de repente, acabamos em um grupo, que nos é dado por este motivo. Ninguém pensou ou planejou o seu ingresso, estudar e trabalhar em estabelecer uma conexão com os amigos. No entanto, desde que a nossa intenção egoísta se exauriu, chegou a hora para elucidar o quão má ela é. E então nós nos encontramos entre as pessoas, que se esforçam para a mesma coisa: Elas também querem descobrir sobre o que a nossa vida é. E não há nada como a vida na intenção egoísta. E mesmo que a realização venha mais tarde, a análise da situação já começou.

Como resultado, essas pessoas estão reunidas por uma raiz, que criou a nossa existência egoísta, ela nos reúne de modo que teríamos nossas vidas em ordem. Ela nos aproxima (também no espaço) de acordo com a similaridade de qualidades, isto é, as nossas intenções. Não importa onde vivemos e o que fazemos, nos tornamos perto da nossa análise da intenção e, então, de repente, nos familiarizamos com o outro.

Começamos a reconhecer uns aos outros em todo o lugar só por nossa intenção de receber, e ficamos juntos apenas em conformidade com isso. Todos os amigos são selecionados acima e chegam a esta fase final de desenvolvimento no nosso mundo, aproximando-se da linha, onde se torna claro que o caso do amor com o egoísmo chegou ao fim, é impossível continuar nesse caminho, chegou a hora de mudar o vetor e passar para um tipo diferente de existência, a intenção de doar.

Assim nós sentimos a necessidade disso, a mesma raiz preparou adequadamente: De repente, todas as nossas ações mostram o quão más elas são, o mundo parece quebrado, e estamos quebrados entre nós.

A crise agarra a humanidade inteira, e nós, como sua parte interna:
Para as massas, isto se manifesta como uma deterioração das condições de vida. Elas simplesmente não podem viver como antes, embora elas ainda não sejam capazes de descobrir a causa dos eventos. As pessoas querem continuar a usar os seus vizinhos e elas são incapazes de fazer isso. Isso também as faz reconhecer o mal, mas até agora, instintivamente, e não sob a forma da intenção egoísta: elas não conseguem atingir as coisas nas condições dadas, e não conhecem a receita para o sucesso.

Além disso, há o nosso grupo, onde os amigos reconhecem a razão: eles não estão conseguindo por causa da intenção. Pessoas, que identificam a intenção como a causa de todos os males, são chamadas de “cabeça”, enquanto as pessoas, que são simplesmente infelizes, são chamadas de “o corpo.” O grupo se torna a “cabeça” de toda a humanidade.

Desta forma, junto com seus amigos, o homem descobre a sua quebra e juntos descobrem a razão para isso. E o mundo, que também descobre o rompimento, gradualmente recebe a realização do mal deste grupo: o entendimento do porquê as coisas são do jeito que são. Desta forma, o grupo e o mundo se conectam entre elas.

Na realidade, eles são inicialmente ligados, e eles estão apenas gradualmente começando a perceber isso. Em breve, vamos descobrir o quanto as pessoas precisam da nossa análise, que revela o quão mal a intenção é egoísta, porque elas são incapazes de fazê-la por conta própria. Nosso objetivo é revelar este conhecimento para o mundo, em outras palavras, para proporcionar a educação integral.





Texto1:Da Lição Diária de Cabalá 21/02/12, Escritos do Rabash - Publicado em 22/02/2012
Texto2:Da Convenção de  Arava Arvut Lição# 1, 23/2/12 - Publicado em 4/03/2012