Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

sábado, 23 de fevereiro de 2008

O Remédio para Qualquer Finalidade


A Organização Mundial da Saúde informa que quase 40 novas doenças surgiram nos últimos 30 anos, mais de 1.100 eventos de epidemia ocorreram nos últimos 5 anos e as doenças mentais se tornaram uma praga. De acordo com a Kabbalah, um único e principal defeito está por trás de tudo isso – o egoísmo humano.

“A situação das doenças é tudo menos estável... Novas doenças surgem num ritmo sem precedentes de uma por ano,” escreve o Diretor-Geral da OMS no recente relatório sobre a saúde mundial.

“Numa tendência particularmente sinistra, os principais antibióticos (substancias usadas contra micróbios prejudiciais) estão falhando numa taxa maior do que o desenvolvimento de novas drogas. Esses perigos se tornaram uma ameaça maior num mundo caracterizado pela alta mobilidade, interdependência econômica e interligações eletrônicas... A vulnerabilidade é universal.”

O nome desse relatório, “Um futuro seguro,” implica uma visão otimista da situação. No entanto, uma rápida olhada na realidade indica que nosso futuro está longe de estar seguro. Esse vasto relatório revela as muitas doenças que estão afetando a humanidade atualmente, bem como as que nos afetarão no futuro. E o que a medicina moderna tem a dizer sobre isso? Bem, as notícias não são muito boas.

Com o aumento de doenças existentes como a diabetes, doenças do coração e depressão, o relatório ainda informa que “Seria extremamente crédulo e complacente assumir que não haverá outra doença como AIDS, Ebola ou SARS, mais cedo ou mais tarde.”

Por que isso está acontecendo conosco?

Parece que os médicos estão tendo dificuldades em trazer respostas claras e diretas para esta questão. No entanto, de acordo com os redatores do relatório, uma coisa é certa: a saúde pública está antes de tudo em risco graças ao comportamento humano.

Embora pareça surpreendente, os cabalistas já escreviam sobre futuras doenças que poderiam afetar a humanidade no século 21. Como os médicos de hoje, eles afirmaram que o homem tem um papel central nessas aflições, e eles ainda nos deram uma possível solução para a ameaça na saúde que encaramos hoje.

Mas o que os cabalistas entendem de medicina?

A medicina moderna define doença como uma interrupção do processo de homeostase – equilíbrio nos nossos corpos. Quando a função de uma célula ou órgão é interrompida, o equilíbrio no corpo também o é. Resultado – ficamos doentes. Para superar a doença, o corpo faz de tudo o que puder para restaurar o equilíbrio em todos os seus sistemas.

No entanto, os cabalistas dizem que o processo de equilíbrio não acontece somente no corpo.

Similar à ciência moderna, a Kabbalah explica que há um processo homeostático em andamento dentro de toda Natureza. Em escritos antigos, os cabalistas descrevem a Natureza como um sistema integral fechado, no qual todas as partes cooperam em perfeito equilíbrio e harmonia. E esse equilíbrio mágico é mantido pela preocupação recíproca entre as diferentes partes da Natureza.

Prof. Guntar Blubel, ganhador do Premio Nobel de fisiologia e medicina, conhecido por sua pesquisa na multiplicação de células, recentemente contou para um repórter do Kabbalah Today que, de acordo com as descobertas da ciência, “O princípio da reciprocidade é a chave para existência de todos os sistemas na Natureza. As células num corpo vivo são o melhor exemplo - Elas se conectam umas às outras presenteando o corpo como um todo. Cada célula recebe tudo que é necessário para sua existência e usa suas forças para cuidar do corpo todo.”

Boa Saúde = Um bom relacionamento com a Natureza

Assim como as células no seu corpo, cada elemento individual, em cada nível da Natureza, age em favor do todo ao qual ele pertence, e assim encontra a sua completude. Quando certo individuo quebra o equilíbrio da Natureza, todos os sistemas da Natureza são imediatamente convocados para nivelar as pressões e restaurar o equilíbrio que foi rompido.

Por exemplo - Quando a pressão interna no centro da Terra aumenta, e a sua camada externa não consegue mais resistir à pressão, um vulcão irrompe. De acordo com a Kabbalah, novas doenças que irrompem hoje são manifestações do aumento do desequilíbrio do relacionamento do homem com a Natureza.

O que geralmente esquecemos é que a humanidade também é parte do sistema integral da Natureza, assim como todos os minerais, plantas e animais. Portanto, as regras que se aplicam aos sistemas integrais da Natureza também se aplicam a nós. Descobrir quais são essas regras é exatamente o que nos permitirá descobrir o motivo – e a solução – dos nossos problemas.

“Tratamento Raiz”

Não é novidade para ninguém que o egoísmo na sociedade humana está constantemente aumentando. Uma pessoa tirar vantagem dos outros, sente prazer com o sofrimento dos outros, e se fortalece com a destruição dos outros. Com essa atitude egoísta, o homem se desvia do curso da Natureza, sistematicamente quebrando a lei do equilíbrio e reciprocidade, e como resultado sofre uma dolorosa reação da própria Natureza.

De uma maneira ou de outra, a Natureza sempre se equilibra quando percebe que está desequilibrada. A atitude egoísta que se tornou prevalente na sociedade moderna é como um bumerangue: sempre volta para nos acertar com mais doenças e outros fenômenos perturbadores que mal conseguimos explicar.

Mesmo com as grandes quantidades de recursos e tecnologia que investimos nos nossos sistemas de saúde, nós mal arranhamos a superfície do problema. Ao invés de tentar lutar com cada sintoma que aparece, está na hora de tratar a raiz do problema – O egoísmo humano.

No entanto, isso não significa que amanhã devemos dizer adeus aos nossos doutores. Ao invés disso, mesmo enquanto continuarmos visitando as clínicas médicas, devemos começar a tratar a raiz do problema e corrigir o egoísmo humano.

A Kabbalah nos mostra como ampliar nossa percepção e ver que todos somos partes do mesmo sistema. Restaurando nosso equilíbrio com a Natureza a maioria das doenças simplesmente desaparecerá, porque a principal causa deixará de existir. Portanto, "corrigir nossos egos", dizem os cabalistas, é o remédio para qualquer finalidade.
Texto original: The All-Purpose Remedy