Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

sábado, 19 de abril de 2008

O Que Está Acontecendo Com os Jovens?


Mais e mais jovens estão sucumbindo às drogas, depressão, e a terríveis atos de violência. O que trouxe essa crise que a geração jovem está encarando? A cabala explica que são os seus desejos que estão em crise, porque não conseguimos mais preenchê-los com as mesmas coisas de sempre.

Enquanto eu sento aqui para ler o jornal, as notícias me assustam novamente. Um adolescente nos Estados Unidos foi a um lindo shopping cheio de pessoas e abriu fogo matando oito pessoas. O que leva uma pessoa jovem com um futuro brilhante pela frente a cometer um ato tão desesperado? Enquanto isso, uma querida sobrinha de um amigo luta pela vida num hospital após engolir um frasco de pílulas numa tentativa de suicídio. Depressão entre os adolescentes alcançou proporções epidêmicas.


O que está acontecendo com os nossos jovens? Não são muito novos para estarem subjugados pelos sentimentos de desespero e desesperança? Há muitos países no mundo onde o desespero seria plausível – Países onde inacreditável sofrimento, pobreza, fome e violência são a realidade diária. Mas muitos desses jovens vêm de casas ricas e amorosas, onde eles têm todas as vantagens que o dinheiro pode comprar.


No outro lado do espectro, vemos um progressivo número de pessoas que estão presas na infantilidade – mesmo aos seus vinte, trinta anos e além - Eles trocam o seu carro Hot Wheels de brinquedo pelo carro real e se envolvem em “jogos” mais caros, mas ainda são crianças que se negam a assumir qualquer tipo de responsabilidade no mundo adulto. Vemos o impacto disso em diversas áreas, como o colapso das famílias, o número recorde de falências e a dificuldade das empresas em contratar trabalhadores maduros e responsáveis.


Embora seja difícil de admitir, tanto os jovens quanto os adultos estão encarando uma crise social, e ninguém parece saber exatamente por quê. Anfitriões de Talk Shows se tornaram milionários entrevistando experts no assunto. Políticos impulsionam suas propostas de programas de reformas sociais, e as comunidades criam mais e mais leis num esforço de controlar o comportamento das pessoas, mas tudo isso são reações involuntárias ao problema. Para conseguir realizar uma mudança real, devemos encontrar a raiz do problema.


A sabedoria da Cabala apresenta uma intrigante perspectiva nas raízes da discórdia social, revelando um elemento em comum por trás de todos os fenômenos desagradáveis que estamos testemunhando.


Identificando a fonte


Para identificar a razão por trás do comportamento dos nossos jovens, temos que primeiro examinar nossa natureza e como ela se desenvolve. A Cabala sustenta a idéia de que a força motivadora por trás de nossas ações é nosso desejo de receber prazer. Em outras palavras, cada ação que uma pessoa toma, não importa o quanto pequena, é estimulada por algum desejo de obter prazer.


Não é só isso - Esse desejo por prazer continuamente desenvolve-se dentro da humanidade, nos impelindo a constantemente procurar novos tipos de prazeres. Essa evolução iniciou com nossos desejos mais básicos: os que devemos satisfazer para nossa sobrevivência, como desejo por comida, sexo e abrigo. Em outras palavras, anos atrás, ter boa comida e um teto sobre sua cabeça seria a maior de todas as felicidades.


No ponto seguinte da evolução da humanidade, novos tipos de desejos emergiram – desejos sociais. Esses desejos surgiram devido à interação das pessoas na sociedade. Os desejos sociais incluem desejos por riqueza, fama e poder. Evoluímos através dos desejos sociais por milhares de anos, manifestando todas as suas possíveis combinações e aspectos. Nessa perspectiva, estrelas de cinema, ídolos do esporte e políticos são todos “manifestações” dos desejos sociais que se desenvolvem dentro da humanidade.


Hoje em dia, explicam os cabalistas, um novo tipo de desejo está surgindo dentro da humanidade, um desejo que nós não podemos preencher através de nossos corpos nem através de interações entre nós. Esse desejo é difícil de ser definido e não sabemos realmente como satisfazê-lo – é o desejo de entender o propósito da nossa existência.


Enquanto sempre existiram indivíduos em cada geração que se perguntavam “Por que estou aqui?”, agora é a primeira vez na história que essa questão está despertando e exigindo uma resposta na massa da população.


O preço do desgosto


Então como isso se relaciona com a crise pela qual passam os nossos jovens? Já que eles estão no topo da evolução dos desejos, naturalmente eles sentem que dinheiro, fama e poder não lhes trarão a verdadeira felicidade. Isso não significa que as crianças de hoje não tenham desejo por nada: ao contrário, têm um enorme desejo - mas não sabem como satisfazê-lo.


É muito simples: Se eu realmente quero um cachorro de presente no meu aniversário, eu não ficarei feliz se você me der roupas novas. Mesmo que elas fiquem bem em mim, elas não se encaixariam com o que eu desejo. Para nossos jovens, é assim com qualquer tipo de prazer - Eles passam de um desejo ao próximo na velocidade da luz e continuam insatisfeitos.


Quando chegam à adolescência, muitas dessas crianças se tornam desiludidas e cínicas em relação à habilidade dos seus pais em se tornarem felizes. Os jovens não entendem porque devem trabalhar duro para alcançarem os objetivos que os adultos lhes impõem. Não sabem pelo que devem se esforçar. Para nós, parece que as crianças de hoje são preguiçosas, mas sua falta de motivação é na verdade uma expressão de falta de esperança. Em casos extremos, o seu desespero é tão doloroso que a vida em si parece não ter sentido, e o suicídio parece ser a única resposta.


Para lidar com isso, muitos adolescentes adotam a atitude “a vida é curta, eu quero a minha ‘sobremesa’ agora”, procurando por qualquer prazer, contanto que seja fácil obtê-lo. O resultado é a “criança perpétua”, que não consegue manter uma família ou relacionamento no trabalho, já que isso requer esforço. Essas crianças são ainda vulneráveis ao apelo das drogas, álcool e aos “esquemas de ficar rico”, já que tudo isso promete intenso prazer sem esforço algum.


Outros adolescentes reagem ao seu senso de vazio com ódio, descarregando nos seus parentes e na sociedade que não conseguiu lhes dar um propósito significativo para suas vidas. E às vezes esse ódio irrompe numa violência horrenda, como nos tiroteios em shoppings.


Respondendo às necessidades deles


A inabilidade da geração jovem de entender e satisfazer seus desejos é a fonte dos seus problemas. Sem ajuda das gerações anteriores, os adolescentes estão tateando no escuro enquanto tentam encontrar maneiras de satisfazer os inúmeros desejos dentro de si.


A popularidade de filmes como Matrix, Senhor dos Anéis e Harry Potter reflete o desejo por algo além do que podemos encontrar no nosso mundo. A explosão de interesse em religiões “new age”, como misticismo e filosofias orientais, ainda apontam para a necessidade crescente das pessoas jovens em procurarem o sentido da vida.


Para ajudar nossas crianças, devemos mostrar a elas que há uma razão para o vazio e confusão que sentem. Precisamos mostrar a elas onde se encaixam no desenvolvimento geral da humanidade, e deixar que enxerguem que estão na fase final da evolução dos desejos. E temos que prover a maneira de desenvolver e preencher esses desejos.


A Cabala pode nos ajudar a prover esse direcionamento ao dar à juventude um tangível entendimento do propósito da sua existência. E uma vez que saibam o seu propósito, estarão motivados para seguir em frente. Indiferença, ódio, depressão e desespero vão dar lugar para a mesma energia apaixonada com a qual seus pais e avós buscaram o dinheiro, a honra e a fama.


Nossas crianças podem chegar a lugares e alcançar estados de felicidade ilimitados, mas nós precisamos lhes dar as ferramentas e orientação para essa jornada. Ao fazer isso, impediremos muito sofrimento, permitiremos que os jovens encontrem a verdadeira felicidade e que acelerem o encontro de todos com o verdadeiro propósito da existência.