Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

sábado, 18 de outubro de 2008

Análise da crise financeira global

Questões que eu recebi a sobre a crise financeira global:

Questão
- Todo mundo esta dizendo que a crise foi causada pelos EUA, mas tu diz que ela é sistemática e está acontecendo porque nós estamos num sistema de interconexão global. Quem está certo?

Minha resposta - Ambas opiniões estão corretas, porque a América - o país mais desenvolvido no mundo - foi o primeiro a descobrir essa crise, que é global e não simplesmente local nos EUA. Se não atingiu muitos países ainda, como Israel, por exemplo - então vai atingir logo, logo. Então as pessoas não devem culpa-la. De fato, Europa, China, Japão, Arábia e até mesmo Rússia estão todos prosperando graças à economia Americana, porque a América compra várias coisas deles. Mas agora ela vai parar de compra deles, e todos vão entender como as coisas eram boas! Tu vai poder responder muitas questões por si mesmo se aceitar o fato que tudo que está acontecendo está atualmente em um único organismo.


Questão - Porque a crise iniciou com os bancos?
Minha Resposta - porque os bancos são a fundação de todo o sistema americano - são um exemplo de um mercado livre. Mas agora o governo está os comprando. Liberdade de mercado vai se tornar limitada assim como na Europa. No entanto, precisamente dinheiro ou riqueza é o equivalente de satisfação corpórea. ‘Conecta’ as pessoas, nos ajudando rapidamente a entender a base comum da crise - Atitudes egoístas das pessoas bem como o fato de que é necessário transformar essas atitudes para poder sobreviver, isso é , onde um se importa com o outro.

Questão - Mas esse “se importar com os outros” não vai ser ser egoísta, Assim como os empregadores de hoje se ‘importam’ com a saúde dos seus empregados?
Minha resposta - O sistema de absoluta interconexão entre todos no mundo, ambas pessoas e negócios está sendo revelado tão rápido que logo cada um de nós vai literalmente sentir as vibrações das nossas atitudes para com o outro - primeiro as nacionais e então as pessoais também. Essa analise de como nossa sorte e segurança depende de nossas atitudes (internas.. não externas - o que sentimos no nosso coração) vai nos forçar a procurar por meios de corrigir ódio e transformar em amor.

Questão - quem consegue viver bem neste tempo de crise?
Minha resposta - Quem estiver menos conectado com o resto do mundo. Funciona como um organismo - quando uma perna, estomago ou braço estão machucados, a dor é sentida na cabeça. Então, países vão tentar fugir da globalização. No entanto, isso não vai ajuda-los porque vão parar de se desenvolver. Sem comunicação total e troca, eles vão cessar seu desenvolvimento e regredir ao feudalismo! Todos vão instintivamente tentar retornar ao passado, mas por fazer isso só vão atrapalhar o processo e receber mais golpes do destino. È como tentar limpar uma doença sobre a ruga por trata-la incorretamente ou usar sedativos ao invés de medicação.. aliás… a sociedade humana é um organismo vivo!

Questão - que tipo de moeda vai se manter?
Minha resposta - O mundo pós crise vai ser radicalmente novo. Sem duvidas, os EUA acumularam grande potencial científico e tecnológico e uma excepcional base industrial que vai mante-los os lideres mundiais - a maior economia do mundo .Mesmo assim, vai cair mais do que qualquer outro país, quando vem no caso de números, pessoas vão ter ainda suficiente para viver (comparada com outras). Tudo vai quebrar com a exceção da industria da tecnologia avançada. Os EUA vão começar uma produção pratica; vai retornar do exterior, da china. isso vai causar que países estrangeiros e a china ‘quebrem’.

Questão - Porque todos estão com medo da crise? eu, pessoalmente, não estou com medo.
Minha resposta - todas as crises anteriores foram diferentes - tangíveis e não gerais. No entanto, esta de agora é global, e está acontecendo sobre todo o mundo e é diferente das anteriores. Não há remédios que possam eliminá-la. Pessoas estão tentando fazer as mesmas coisas que fizeram nas crises anteriores - ajudar os bancos, mas nada vai ajudar. A situação vai força-las a revelar a verdadeira causa da crise - que as atitudes egoístas das partes de um sistema fechado acabaram trazendo a destruição do sistema.
Não levando em conta como nossas tentativas de explicar a verdadeira crise são recebidas, não devemos nos desesperar e devemos continuar executando nossa responsabilidade. Só podemos acelerar o entendimento do mundo em relação a causa da crise com o método da correção. Precisa ter paciência, mas o sofrimento, tentativas e falhas vai ensinar as pessoas, forçando-as a prestar atenção ao que nós estamos dizendo.
Aqui tem uma explicação concisa sobre a crise, incluindo suas causas e correção:

Aula em Espanhol , Odessa. Arquivos:
MP3 ou VÍDEO (wmv)
(Extraído do blog todos a bordo - http://www.kabbalahgroup.info/prt/ )