Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

domingo, 21 de agosto de 2011

A GARANTIA MÚTUA É PARA O MUNDO INTEIRO


A Cabalá é uma técnica de correção do mundo, que funciona em todos os níveis sociais:
§         Há pessoas que estão interessadas em avançar espiritualmente.
§  Há pessoas que estão interessadas em avançar espiritualmente, porque é importante para elas viver em um mundo pacífico, seguro e sereno para elas e seus filhos.
§       Há pessoas que tem muito pouca preocupação com qualquer uma dessas coisas. Elas só estão interessadas em viver uma vida boa e normal, “eu me sinto confortável neste momento, e esta é minha tarefa: manter o conforto e, se possível, aumentá-lo”.


Dependendo dos desejos das pessoas, algumas estão envolvidas apenas em seus assuntos pessoais, enquanto outras estão engajadas na sociedade. Algumas pessoas são atraídas pelo poder, fama, conhecimento e riqueza, o que significa que elas têm maiores exigências em comparação com as de um homem comum. Cada pessoa tem determinadas propriedades e desejos de acordo com a essência que está presente nela desde o nascimento.
Portanto, sendo uma pessoa que estuda a natureza humana e a sociedade, eu não faço nenhuma reivindicação a quem quer que seja, porque eu entendo perfeitamente que as pessoas que estão envolvidas ou interessadas na Cabalá, de fato, chegam à Cabalá. Quanto às pessoas que não têm estas aspirações, não importa quanto tempo eu gaste falando-lhes de Cabalá, elas não chegarão a ela. No entanto, elas perceberão que a garantia mútua (ARVUT)é o instrumento que podemos usar para corrigir a crise hoje, mas na esfera interna e pessoal, dentro de nossas famílias, e no nível do país e do mundo.
Isso é o que eu quero que as pessoas saibam. De acordo com o questionamento interno ou a necessidade de cada pessoa, cada uma tomará seu lugar nesta hierarquia de corrigir a si e a humanidade. Portanto, não há nenhuma tentativa aqui de atrair as pessoas para aquilo que elas não responderão. Isso é impossível.
Este não é um movimento político usual, onde as pessoas podem ser seduzidas por algumas metas, dizendo-lhes: “Vamos e conquistemos, vamos tirar a abundancia de alguém e dividi-la entre nós”, e assim por diante. Pelo contrário, este é um movimento que se baseia apenas no acordo conjunto de todos os membros da sociedade, e, portanto, envolve a todos. Em outras palavras, ele está lá para que todos se encontrem sob a garantia mútua no mundo, conforme as propriedades inatas, predisposições e inclinações da pessoa em relação a isso.


FICAR SEGURO PELA ASSINATURA DO FIADOR

Primeiro de tudo, eu tenho que me comprometer na ligação com os outros a fim de revelar a propriedade de doação.  Mas é preciso muito tempo para chegar a essa necessidade, que é chamado de “o tempo de preparação”. Nesta fase, eu revelo o quanto sou incapaz de me conectar com outros, não desejo, e odeio isso.
Aqui é onde eu encontro o ódio. Na verdade, não é ódio por outra pessoa, mas para com a propriedade de doação em si. Rejeitando a outra pessoa estou rejeitando o Criador, Sua propriedade de doação. É por isso que eu tenho que providenciar o apoio do meu ambiente, do amigo com quem quero muito me conectar pedindo sua ajuda: “Eu te odeio, e eu preciso de tua ajuda”. Afinal, há uma força muito especial chamada a “garantia mútua”, como é dito: “Assim ajuda o homem seu próximo”.
É assim que eu consigo o apoio que é depositado na minha conta, já que eu o atraí de outra fonte. E conforme eu alcanço essa garantia mútua, onde eu o apoio e ele me apóia, nós tentamos nos aproximar um do outro e não conseguimos! Então, nós descobrimos que a garantia mútua também não ajuda, porque Aquele que a mantém está ausente. Nós precisamos do Criador como uma testemunha, um fiador que assina o contrato.
É como se nos faltasse o “chefe do banco” e, portanto nossa garantia é inválida. Ela deve ser apoiada pelo capital e o poder. Essa força que pode nos unir é a Luz! E a Luz se revela através da nossa reciprocidade. Isto é o que nos diferencia de todos os outros casos de garantia, tais como entre os criminosos que se uniram para roubar. Afinal, eles não se unem para implementar a doação mútua.
Este é um discernimento profundo que nos mostra porque é que somos capazes de nos perceber desta forma, embora a ligação não ajudasse todos os outros que perseguiram objetivos materiais e não atraíram a Luz que corrigem. Deve haver uma garantia mútua que contém a força do Criador, a força da Luz dentro dela.
Isso é descrito como: “Israel (dirigir-se diretamente ao Criador), a Torá (a Luz da correção), e o Criador são um”. Esta é a única maneira de se conectar: Quando nós (o Criador, o grupo, e eu) estamos juntos. Caso contrário, não vai funcionar. Não haverá uma força que possa engatar o motor, e então nós vamos simplesmente sair da pista. Nós não seremos capazes de examinar a nós mesmos, como se estivéssemos em um circuito de morto sem eletricidade nele.
Mas se trabalharmos de um modo onde um suporta o outro, com o poder do Criador sendo descoberto entre nós, esta é a única maneira de chegarmos ao sistema corrigido, onde o Criador é revelado. É assim que a qualidade de doação é revelada entre as criaturas. Nós criamos vasos espirituais fora de nós mesmos, e dentro deles a Luz (o Criador) é revelada.




PUBLICADO NO BLOG LAITMAN.COM.BR em