Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

domingo, 18 de setembro de 2011

FIM DO PRIMEIRO EPISÓDIO. E AGORA?


Nós chegamos a um ponto onde terminamos a construção do sistema egoísta global e integral de conexões. Nós amarramos tudo o máximo possível, todos os bancos e comércio; fechamos um círculo. É evidente que estas ações foram impulsionadas por motivações egoístas e pela pressão do sofrimento: o desejo por dinheiro, honra e poder.

Assim que terminamos este sistema egoísta global e integral, ele começou a ter avarias. Estas avarias evocam um sentimento de crise dentro de nós. Agora, nossas ações devem corresponder ao método da Cabalá, e nós devemos tentar corrigir as relações entre nós, bem como a forma como nos relacionamos com o mundo.
Na conta destes ensaios nós elevamos MAN (oração), e a Luz que corrige surge. Ela cria transformações dentro do egoísmo de cada pessoa e muda a forma como esta se relaciona com os outros. A Luz nos leva à correspondência com as condições que estão sendo reveladas a nós nesta rede global, para que nos tornemos mais adequados a ela.
Cada vez esta rede se revelará como mais integral e global no contexto da doação mútua, e cada vez teremos que trabalhar mais para influenciar a força do Alto, que nos corrige de acordo com a rede global.
A força de doação se revelará constantemente entre nós, e cada um deverá ter certeza de estar em conformidade com ela. Primeiro, o Criador revela a força de doação em Seu final, e cabe a nós mudar a nós mesmos em conformidade.
No entanto, se a revelação desta rede não é acompanhada por nosso avanço independente, nós sentimos isso como uma crise. A situação só vai piorar, até o ponto em que não seremos capazes de negociar e lucrar com um ou outro, o que é algo do qual dependemos. Pode-se chegar ao ponto em que não seremos capazes de sustentar a nós mesmos e seremos forçados a buscar uma solução.
Tudo isso precisa ser explicado do ponto de vista Cabalístico, porque as pessoas não serão capazes de resolver isso por conta própria. Neste tipo de situação a única solução é a guerra. A fim de saber alguma coisa e começar a agir corretamente, nós precisamos fazer pelo menos uma quantidade mínima de mudanças internas positivas que estarão em harmonia com a rede global.
É por isso que os Cabalistas, que vêem esta situação de Cima, devem nos aconselhar sobre nossas ações. Foi sempre assim, mesmo com os profetas e Cabalistas de todos os tempos e de todos os níveis.


CUIDAR UM DO OUTRO

Como descrever brevemente o conceito da garantia mútua?
A garantia mútua é quando cada pessoa compreende que o seu bem depende do bem do outro. Não pode ser bom para mim, se não for bom para ele. Eu não posso me alimentar, mas sim, eu alimento você e você me alimenta. Esta é a única maneira de viver. Caso contrário, vamos morrer. Escolha, não há outras opções.
Nessa medida, nós devemos sentir a nossa interdependência. A comida é a coisa mais importante para o homem, mas ninguém pode prover sua subsistência com as coisas necessárias, sem perceber esta condição da união mútua. Todo mundo proverá aos outros e não a si mesmo. A natureza nos obrigará a nos unir desta maneira, e nenhuma outra.
Todo o resto decorre deste sentimento. Como numa família muito unida, juntos, cuidamos de nossas crianças e apoiamos os nossos pais. Nós conseguiríamos deixar um avô doente em apuros? Claro que não. A condição da garantia mútua nos obriga a fazer isso, e não há necessidade de introduzir leis especiais. A principal coisa é uma atmosfera apropriada na sociedade, criada pela mídia e o ambiente, que condene ou respeite certas relações entre as pessoas.
No entanto, hoje, enquanto a sociedade israelense não adotou o princípio da garantia mútua, nós devemos em primeiro lugar ajudar todos aqueles que não conseguem sobreviver por conta própria. Vamos discutir em conjunto a forma de elevar as pessoas que vivem abaixo da linha da pobreza. Esta é a nossa primeira preocupação, porque ninguém na família deve cair abaixo do nível mais inferior.
Vamos “apagar o incêndio” e, ao mesmo tempo, trabalhar na educação pública, de modo que a nação se mova na direção da garantia mútua, que a própria natureza exige de nós hoje. O mundo superior desce sobre nós e se expressa na forma da garantia mútua.
Vai demorar seis meses ou um ano, antes que as pessoas comecem a perceber e interiorizar o que está acontecendo. No entanto, hoje, o consentimento mútuo já é exigido para ajudar os necessitados que não têm dinheiro para se alimentar até o próximo pagamento. Vamos fornecer o que é necessário para eles agora, e depois discutiremos o resto.

1º texto: Da Lição Diária de Cabalá 02/09/11 www.kab.tv/ ,  Escritos do Rabash - Publicado em 16 de setembro de 2011  - Blog  laitman.com.br/
 2º texto: Lição Diária de Cabalá 22/08/11, “Arvut“ Publicado em   no Blog:  laitman.com.br/