Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Estamos Todos Submersos na Nossa Água Potável




De acordo com recente pesquisa, podemos começar a pensar em nossa água encanada, e até mesmo em nossa água engarrafada comprada, como uma farmácia para todos os fins. Quer sejam antidepressivos ou antibióticos, receitados ou comprados no balcão – se outros os estão tomando, nós também os estamos tomando.

Conectados através da água

Uma investigação da Associated Press, publicada em 10 de março num artigo da CNN chamado “Drogas prescritas encontradas na água potável nos Estados Unidos” atesta inequivocamente que “uma vasta lista de fármacos, incluindo antibióticos, anticonvulsivos, estabilizadores de humor e hormônios sexuais foram encontrados nos reservatórios de água potável de, pelo menos, 41 milhões de americanos”.

Embora o estudo seja focado nos Estados Unidos, ele deixa claro que a situação é similar em todo o mundo. Nos últimos anos, a prescrição de drogas cresceu em níveis recordes, e muitas drogas não metabolizadas ou não usadas estão sendo despejadas nos reservatórios de água. Mesmo que a água seja tratada, limpa e processada antes de ser vendida aos consumidores, pequenas quantidades de drogas, entretanto, nela permanecem. “Mesmo os usuários de água engarrafada e de sistemas de filtragem doméstica, não evitam, necessariamente, essa situação”.

Você provavelmente já sabe que medicação nem sempre é saudável. “Pesquisas de laboratório recente descobriram que pequenas quantidades de medicamento afetaram as células embrionárias renais humanas, células sanguíneas humanas e células mamárias humanas cancerosas,” explicou o artigo da CNN. E, obviamente as drogas, contaminando nossos cursos d’água, estão também prejudicando a vida animal por toda a nação e em todo o planeta.

Tente engolir isto

Sabemos sobre a globalização, até mesmo sobre o efeito borboleta, mas com esta nova pesquisa, o que temos diante de nós é um quadro surreal que não cabe tão facilmente nos limites do senso comum: O consumo de drogas de outra pessoa equivale a meu consumo de drogas. O estado de saúde de outra pessoa afeta diretamente o meu, e o que acontece no corpo de outra pessoa afeta diretamente o que está acontecendo no meu corpo.

Desta vez, não estamos falando sobre efeitos psicológicos incertos ou “interconexão” abstrata que as pessoas freqüentemente relacionam com o processo de globalização. Mais do que isso, temos evidências claras e inegáveis que atestam que nossos corpos e nossa saúde estão diretamente interconectados e interdependentes dos corpos e da saúde de todas as outras pessoas que vivem na Terra.

Então, a próxima vez que você vir alguém tomando remédio, admita que você também tomando remédio.

Enxergando abaixo da superfície da água

Por mais chocante que a nova pesquisa sobre água potável possa ser, ela somente nos mostra metade do quadro: ela nos mostra como estamos externamente conectados uns aos outros. Mas, de fato, estamos somente testemunhando um efeito físico de nossa conexão interna. Nós ficaríamos muito mais surpresos se nós soubéssemos quão interconectados e interdependentes nós somos internamente.

Os cabalistas explicam que nossa realidade é dividida em duas partes: a parte revelada e a parte oculta. E o maior segredo que aguarda nossa descoberta, é a verdadeira conexão interna entre nós – no nível de nossas almas. Lá, todas as pessoas estão conectadas entre si literalmente como uma – um corpo espiritual, do qual somos todos células.

Logo que descobrirmos esta conexão, nós saberemos e sentiremos que cada um no mundo é dependente da benevolência de todos os demais.

Conseqüentemente, a crise da água potável é apenas outro passo em direção à percepção de quão próximos nós todos estamos conectados dentro do “organismo” único de nossa civilização terrestre.

Texto original:We Are All in Deep (Drinking) Water