Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Ponderações sobre esta crise

Ponderações sobre esta crise

É fácil se irritar com os almofadinhas riquinhos de Wall Street por terem nos colocado nesta crise. Mas quando a poeira baixar e nossa visão ficar clara, é hora de pensar sobre para onde vamos a partir daqui.

Eu devo confessar que estive assistindo a muitas notícias em relação a crise financeira. Está ficando irritante, frustrante, e, simplesmente, quando eu começo a perder toda a simpatia, a crise começa a atingir meus amigos, família… e MEU DEUS! EU!! Mas a coisa mais frustrante é que muitos de nós somos bons cidadãos de coração, que seguem as leis. Porque devemos pagar pelos erros dos malditos egoístas ricos que causaram tudo isso? Devemos achar os responsáveis, pegar tudo que eles têm , distribuir às vitimas e talvez atirar uma torta na cara deles…

Mas até que o gosto doce da vingança desse tipo de pensamento comece a sumir..err.. ele é vencido por outro sentimento - preocupação! Além disso, quem vai dizer que só porque a economia sempre se recuperou das crises passadas, vai ser assim desta vez? Parece que o pessoal está apostando nessa “inevitável” (como parece ser) solução. Mas o que aconteceria se as pessoas estivessem erradas? O que aconteceria se desta vez não for uma crise regular.. O que aconteceria se esta crise exigisse um tipo diferente de solução?

Eles descobriram a causa (Mas não foi bem assim)

Atualmente, muitas pessoas viram que, de fato, desta vez, o desastre financeiro é diferente.. É realmente global. Mas logo que escutam essas palavras, elas procuram soluções locais! As grandes “mentes econômicas” de hoje estão confessando que subestimaram a inter-união da economia global - elas não puderam ver que “quando o fígado morre, o corpo morre, que uma parte estando danificada pode estragar o resto.” É por isso que essas mentes foram pegas fora de guarda.Mas agora elas sabem disso.
Porque então os países ainda estão tentando criar suas próprias iniciativas para salvar suas próprias economias? Porque ninguém diz o óbvio - se somos dependentes um do outro (assim como o corpo humano do seu fígado) nossa única chance é começar a pensar pelo bem estar de todos neste mundo.

De acordo com a cabala, a razão por nós tentarmos evitar essa ação é a nossa natureza egoísta. Como seres auto-centrados, nós fazemos de tudo para maximizar nossos benefícios com mínimo esforço… Não podemos aceitar tal solução. É por isso que economistas recusam a deixar seu velho modo de vista do mundo e daí os problemas continuam..

Isso é também a razão porque eles não podem ver ou aceitar o fato que esta crise não é outra crise - nem mesmo como a grande depressão. O fato é que esta é diferente nos levando a uma nova era Global, na qual para poder existir, todos os membros da comunidade humana devem iniciar se importando pelo benefício de todo o sistema, assim como as células de um corpo humano. Qualquer um que não levar isso em consideração e continuar a se importar somente consigo mesmo será um problema, um defeito do sistema..como uma célula cancerígena é ruim para o corpo.Tal pessoa (ou célula) vai fazer com que todo mundo sofra. O colapso do mercado global é um exemplo disso - e bem convincente.

Então como nós podemos mudar nosso comportamento egoísta? É aí que a sabedoria da cabala vem para nos ajudar.

Aprendendo a coisa não tão óbvia - Como doar
Cabalistas explicam que há uma lei fundamental que assegura a sobrevivência de qualquer sistema integral. De acordo com essa lei, cada parte do sistema usa o que for necessário para sobreviver para poder trabalhar pelo bem estar de todo o sistema. Já que o mundo é agora um sistema integral, devemos aprender a como manter essa lei, que garante nossa estabilidade e bem estar assim como faz por qualquer sistema na natureza.

Então a primeira coisa que precisamos fazer para emergir da crise é atualizar seriamente nossa perspectiva deste mundo. Devemos aprender como interligados e responsáveis pelos outros nos realmente somos - não só no nível social e econômico, mas no nível dos nossos pensamentos, desejos e intenções.

Nós vamos então ver que todo o mundo é uma família, onde cada membro deve cuidar dos outros, não só de si mesmo. Assim que resolvamos começar a pensar diferente, estaremos em união com as leis da natureza, e então crises como esta - e todas as outras - vão imediatamente desaparecer.