Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Queremos mudanças

Queremos mudanças

Em 20 de Janeiro, o mundo vai testemunhar a posse do presidente norte americano eleito, Barack Obama, e a contagem regressiva vai começar. O novo líder conseguirá fazer as mudanças prometidas e ajudar a liderar o mundo evitando que crises violentas econômicas surjam?

Mesmo antes de estar no cargo, muitos já estão pesando o que esperam dos seus primeiros 100 dias de governo. Enquanto o mundo continua instável por causa da mais profunda crise da história, o “novato” que será presidente dos EUA não tem a “luxúria” de um tradicional período de paz antes de sua posse.Ele já deve começar a trazer mais do seu carisma pessoal e slogans de mudança.

Então, Sr. Presidente, aqui há cinco dicas cabalísticas (essenciais!) que acreditamos que te ajudarão a fazer com que lindas palavras sobre mudanças se tornem em ações.

Globalização
Até agora já escutamos isso milhões de vezes, mas vamos falar de qualquer maneira - nosso mundo é redondo (ou quadrado, nas palavras de Thomas Friedman). Na era da globalização 3.0, se tu quiseres fazer um contrato com a América ou qualquer outro país, tu deves entender que tu estas fazendo negócios com toda a humanidade. Qualquer programa de ajuda vai ter de ser baseado no entendimento que “todos de nós somos células em um corpo humano”, e o destino de cada país é dependente do destino de cada outra nação no mundo, para melhor ou pior.

Controle do Ego
Quase todo mundo - incluindo economistas - reconheceu que a razão principal da atual crise econômica financeira é o ego dos ‘superiores’. Mas a verdade vai além disso - não é só eles.. São todos, desde o trabalhador estressado que “amaldiçoou” a economia e suas ferramentas ao agente de vendas que concedeu um empréstimo a um pobre cliente que nunca pôde paga-lo.. ao comprador que entende de suas capacidades econômicas mas acabou se dando mal por causa do “sonho americano”..

Bem, é hora de se dar conta disso e entender que nós estamos vivendo numa realidade onde a decisão egoísta de um individual pode definir o destino de nações. Então a supervisão local de um sistema financeiro é uma solução obsoleta. Para poder criar uma mudança significativa no mundo, tu, Sr. Presidente, vai ter de usar cada meio disponível para trazer este entendimento para todas as pessoas no mundo: cada um de nós deve regular seu próprio ego. Nesta era da globalização, preocupação pelos outro s é realmente se preocupar consigo mesmo. Mas como podemos realizar tal tarefa?

Um sistema global de educação
A recente campanha presidencial Americana mostrou claramente que o uso correto da mídia é uma chave para o sucesso. Então, tu deve continuar a usar tal ferramenta para criar uma mudança positiva neste mundo. Tu deve ajudar as maiores redes a entenderem que a falha do bem estar da América, bem como do mundo todo, depende da qualidade das mensagens que a mídia transmite ao público. Elas devem apoiar valores e idéias que beneficiam a sociedade como um todo, não somente as contas privadas dos seus presidentes. Além disso, escolas e pais devem aprender e ensinar os princípios da existência num mundo globalizado. Devem internalizar a idéia que a humanidade funciona como um corpo e nosso sucesso depende da nossa participação ativa e positiva no seu funcionamento.

Pensar na internet como ajuda
Uma das inesperadas estrelas da nossa eleição foi a internet, Sr. Presidente Eleito. (E quem não sabe disso melhor que o Sr? Que talvez seja o primeiro presidente a colocar uma webcam no teu escritório!) Plataformas sociais como YouTube, MySpace e Facebook fizeram a diferença, e continuarão a fazer se tu, Sr. Presidente usá-las como ferramentas para mudanças positivas. E tais mudanças são muito necessárias quando se trata de relacionamentos interpessoais e nada conecta as pessoas mais do que a internet.. Ela permite que nós possamos vencer barreiras culturais, obstruções de tempo, espaço, distancia e até mesmo diferenças de linguagem. O que poderia ser mais construtivo do que tornar a internet numa plataforma que apóia as possibilidades para uma real conexão humana? Pode se tornar um lugar de encontro, uma casa e um ambiente social que qualquer um pode entrar e se sentir confortável, como vir a casa de um familiar.

Restaurar a fé no sistema
Um dos sintomas da presente crise é a perda geral de confiança entre os negócios, estados e civis. Então um dos assuntos que tu deve por tua atenção, teus esforços é em restaurar a fé das pessoas nos mercados e essa confiança pode somente ser criada através da remoção do componente de “auto interesse” do sistema. Quando as instituições financeiras e indivíduos entenderem que fazer mal a outra pessoa ou negócios é como o ditado “Aqui se faz aqui se paga” então será possível estabelecer um sistema saudável. A confiança será restaurada porque todos sentirão que as companhias estão sinceramente preocupadas com eles e isso vai garantir o sucesso de todo o sistema.

Neste tempo anormal, o “dia após” vai vir mais antes do que tu esperar, Sr. Presidente, então tu não tem tempo a perder! A era global que nós entramos requer que mudamos nossa atitude. De agora em diante, nós temos que substituir o “eu” que essa no nosso centro do ponto de vista por “humanidade”.