Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

domingo, 26 de dezembro de 2010

SOBRE RAIZES E RAMOS

SOBRE RAIZES E RAMOS

Artigo publicado no jornal Kabbalah Today, em Abril/2007, por Gilad Shadmon

As regras que afetam nosso mundo se originam nos mais elevados domínios espirituais. Estas regras descem em cascata para a realidade que todos experimentamos, mas neste processo perdem sua beleza e graça. A sabedoria da Cabala nos ensina como redescobrir aquela beleza e reviver nosso lado espiritual.

Para entender o fenômeno em nosso mundo precisamos em primeiro lugar entender sua origem. Se examinarmos honestamente a realidade, teremos que admitir que não temos a menor idéia do porque as coisas acontecem do jeito que acontecem. Em cada campo do conhecimento humano - das ciências exatas, sociais, medicas ou culturais - nós somos incapazes de explicar completa e exatamente o porque das coisas acontecerem. Se pudéssemos, seríamos capazes de evitar que as futuras desgraças viessem a acontecer.

Sempre que alguma coisa não dá certo, racionalizamos suas causas de mil maneiras diferentes, mas no final do dia, o melhor que conseguimos é apenas uma aproximação tosca. Vejam alguns exemplos: "Se eu ontem estivesse usando o meu casaco de lã, em vez daquele casaco elegante de couro, hoje eu não estaria doente." "O dolar está despencando por causa do gigantesco déficit comercial." "O Vasco está perdendo os jogos em casa por causa da pressão da torcida."


Para entender realmente porque as coisas acontecem e como elas se desenvolvem, precisamos olhar mais fundo do que permanecer no nível dos resultados. Precisamos de uma ferramenta que possa explorar a profundidade de nossas almas e descobrir como as coisas acontecem no nível das causas, ao invés do nível dos efeitos. Para este exame intenso, o "telescópio Hubble" para a introspecção e auto análise é a sabedoria da Cabala.

A sabedoria da Cabala é uma ferramenta de pesquisa, que se usada corretamente, permite aos seus usuários o conhecimento de todos os fenômenos neste e nos mundos espirituais. Ao invés de tratar a realidade como uma mistura de incidentes, a Cabala descreve os eventos em nosso mundo de acordo com as absolutas e imutáveis leis da natureza. Estas leis não são percebidas pelas pessoas comuns até que elas comecem a aplicar a sabedoria da Cabala em suas vidas. Como consequencia, surge um novo entendimento da realidade e com ele, a habilidade de manipulá-la.

Tome a gravidade, por exemplo. Se ficarmos em pé em cima de uma cadeira e pularmos para o chão, pode ser um simples jogo. Mas se pularmos do décimo andar de um prédio, será com certeza uma tragédia. Neste exemplo, o erro e a consequencia são imediatos, logo podemos ligar o resultado diretamente à sua causa: "O homem morreu porque pulou do décimo andar de um prédio." Mas se o homem não tivesse morrido imediatamente quando chegou ao solo? Se ele tivesse se levantado, sacudido a poeira das roupas e saisse caminhando, mas morresse um ano depois, sem nenhuma ligação com o seu salto doze meses antes? Como ele saberia que não devia ter pulado? Ele teria que achar uma maneira que lhe mostrasse qual poderia ser o resultado do seu salto um ano depois. É isso exatamente que a Cabala faz - ela vê as causas e suas consequencias. Em termos Cabalistas, dizemos que ela revela as conexões entre os ramos (consequencias) e suas raízes (causas).

A gravidade é uma lei. Ela não pode ser contornada ou enganada. Podemos sim, estudá-la e aprender como usá-la em nosso benefício. Mas se nós soubéssemos da sua existência, e não víssemos a conexão entre ela e suas consequencias, como poderíamos evitar cair? Provávelmente o princípio da lei penal mais básico seja o de que a ignorância da lei não livra ninguem da pena. As leis que a Cabala descreve são tambem tão justas. A única diferença entre essas leis espirituais e as leis físicas é que não as percebemos porque estamos afastados da espiritualidade. Para um Cabalista, que está conectado à espiritualidade tão tangívelmente quanto eu e você estamos ligados ao mundo físico, essas leis são tão claras e reais como as leis da gravidade. Para um Cabalista, ignorar essas leis seria como o homem que após pular do décimo andar, perguntado no meio do caminho se tudo estava bem, respondeu: "Até aqui, tranquilo!"

A Lei das Raizes e dos Ramos

A primeira lei a ser estudada é a "Lei das Raizes e dos Ramos"." Esta lei determina que tudo o que acontece neste mundo material replica eventos que acontecem em um mundo superior. Os Cabalistas descrevem o mundo superior, presentemente oculto de nossos sentidos, mas que para eles é bastante concreto. De fato, é tão concreto que eles consideram este outro mundo como a base de tudo o que ocorre em nosso mundo. Eles chamam o mundo que percebem "o mundo das razões" e se referem ao nosso mundo como "o mundo dos ramos."


Os Cabalistas nos ensinam que tudo o que pensamos, sentimos, imaginamos, vemos e ouvimos foi predeterrminado em um mundo superior. Rabbi Yehuda Ashlag descreve esta lei em seu artigo “A Essencia da Sabedoria da Cabala". De acordo com Ashlag, “Não há um só elemento da realidade ou um evento na realidade, que não possa ser encontrado no Mundo Superior, tão similar como duas gotas de um poço. São chamados "raiz e ramo", indicando que o elemento no mundo inferior é considerado um ramo comparado com seu gabarito similar no Mundo Superior, que é a raiz do elemento do mundo inferior, já que este elemento foi gravado e formado por lá.

Usando a Cabala, podemos influir neste sistema superior e até mudar o nosso destino! Primeiro é necessário saber como o sistema funciona e depois como operá-lo. Os livros da Cabala descrevem como o sistema espiritual (raiz) funciona, nos permitindo encontrar essas ações em nossa alma e então manipulá-las e como resultado mudar nossa realidade. É a isso que os Cabalistas se referem, quando falam sobre Tikkun (correção).