Páginas

Vídeos sobre a Cabala

Loading...

segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Somente uma pessoa com alcance espiritual pode aprender a ciência da Kabbalah

Publicado em  29 de Outubro de 2009, às 3h 23min, no blog do dr. Michael Laitman

Um estudante que estuda a ciência da Kabbalah tem um problema: para entender o que o professor está dizendo, tem que estar em seu nível. O professor pode estar falando sobre níveis muito elevados, mas uma vez que todos os níveis são semelhantes entre si e cada um tem os mesmos detalhes que os demais, o estudante pode ao menos entender o que se lhe diz segundo seu nível espiritual atual.
No entanto, se o estudante ainda não ascendeu a nenhum nível espiritual e existe somente neste mundo, então não pode entender a linguagem dos ramos. A linguagem dos ramos significa que uma pessoa alcança as coisas que existem neste mundo, os ramos, assim como as raízes no nível espiritual. Então, tem um entendimento claro da conexão entre os dois e pode compreender o que o professor diz.

Mas, se o estudante não tem alcance das raízes, então não pode compreender o que o professor está dizendo. O professor estará dizendo palavras que o estudante não poderá identificar. Quando uma pessoa tem o alcance somente deste mundo, não tem o alcance dos ramos porque não conhece suas raízes. Os ramos são o que descende das raízes. Não pode existir um ramo sem uma raiz ou uma raiz sem um ramo. A linguagem dos ramos não pode sequer se iniciar a menos que o estudante tenha o alcance da essência espiritual, as raízes dos ramos.
Portanto, um estudante não pode entender o professor até que tenha o alcance das raízes espirituais. Somente então, poderá alcançar todas as conexões entre as raízes e os ramos, baseando-se nas palavras de seu professor. Desgraçadamente, isto é um fato. Portanto, o estudo da ciência da Kabbalah é para aqueles que possuem alcance espiritual.
Enquanto uma pessoa não tenha alcance espiritual, tem que ter claro o fato que não está estudando a ciência da Kabbalah.  Somente está usando esta “maravilhosa qualidade” (Sgula) para revelar as raízes. Esta é a única razão pela qual a estudamos.
Por conseguinte, não devemos nos confundir tentando adquirir conhecimentos sobre “algo”, senão enfocarmos somente no fato de que necessitamos a Luz que reforma e a necessitamos tão rápido quanto seja possível. Se alcançarmos as raízes com a ajuda desta Luz, então entenderemos do que fala a Kabbalah. Neste momento, quando estudarmos os conceitos descritos nos livros, estaremos estudando esta ciência. Atualmente, no entanto, não a estamos estudando porque não conhecemos a conexão entre as raízes e os ramos posto que ainda não alcançamos as raízes.
A ciência da Kabbalah começa com o alcance espiritual e não antes disso.  Antes, a pessoa pode desejar unicamente invocar a influência da Luz sobre si (Sgula).